slider

Idade mínima da aposentadoria pode ser maior do que 65 anos

“Daqui a pouco, trabalhadores e trabalhadoras terão de trabalhar até os 100 anos para sonhar em se aposentar”, diz vice-presidenta da CUT Mais uma armadilha do ilegítimo Michel Temer (PMDB-SP) na nova proposta de reforma da Previdência pode prejudicar ainda mais os trabalhadores e as trabalhadoras. Cada vez que a pesquisa do IBGE indicar aumento da expectativa de vida, subirá também a idade mínima para a aposentadoria. Isso significa que a idade mínima poderá ser de mais de 65 anos para os homens e de mais de 62 anos para as mulheres. Essa espécie de “gatilho” para a idade mínima significa praticamente o fim da aposentadoria, sobretudo para a parcela mais - Leia mais [...]

Temer ataca até as viúvas: com reforma, elas receberão menos

Desmonte da Previdência reduz em 40% pensão por morte e limita acúmulo de benefícios em até 2 salários mínimos [Escrito por: Érica Aragão / CUT Nacional] Caso a reforma da Previdência seja aprovada, o valor da pensão por morte será reduzido e o acúmulo de benefícios, como pensão e aposentadoria, só poderá ser feito se o valor da pensão não ultrapassar dois salários mínimos. O novo texto do projeto que circula nos bastidores do Congresso Nacional diz que “na concessão do benefício de pensão por morte, o valor equivale a uma cota familiar de 50% acrescida de cotas de 10 pontos percentuais por dependente, até o limite de 100%”. Isso - Leia mais [...]

CUT repudia má-fé da Folha de S. Paulo

Central não negocia retirada de direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras, muito menos com um governo golpista, ilegítimo e corrupto [Escrito por: CUT Nacional] A CUT repudia a má-fé da Folha de S. Paulo que distorce e manipula informações com o claro objetivo de enfraquecer a luta do movimento sindical contra os ataques aos direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras. Uma nota do Painel da Folha insinua que o governo irá liberar recursos em troca de apoio a nova proposta de reforma da Previdência que praticamente acaba com a aposentadoria. Em minutos a nota virou manchete do UOL, como se fosse uma verdade incontestável. É mais uma mentira da Folha de - Leia mais [...]

Big Band Funcec realiza concerto de fim de ano no domingo, 10

A Orquestra Big Band Funcec realizada o Concerto de Fim de Ano 2017 no próximo domingo, 10, no Real Esporte Clube, com entrada gratuita. A apresentação contará com participação artística dos corais Família Alcântara, Meninas Cantoras do Cônego Monlevade e Sicoob Credimepi. O evento conta com apoio Sindicato dos Metalúrgicos de João Monlevade (Sindmon-Metal), parceiro da orquestra. A sede da entidade é o local dos ensaios regulares da Big Band desde 2015. — SERVIÇO: Concerto de Fim de Ano 2017 da Orquestra Big Band Funced (participação artística dos corais Família Alcântara, Meninas Cantoras do Cônego Monlevade e Sicoob Credimepi Data: 10 de dezembro Horário: 20 horas Local: Real Esporte Clube, rua - Leia mais [...]

Denise Gentil: governo tenta convencer população com publicidade cínica

“Como é possível para a população compreender que ela tem que pagar a conta de uma reforma quando o governo está fazendo uma brutal transferência de receitas para grandes conglomerados e corporações?” [Eduardo Maretti / Rede Brasil Atual] As contas do governo Michel Temer reservaram, de janeiro a junho de 2017, R$ 100 milhões para o setor de comunicação, especificamente para a reforma da Previdência. O Planalto prevê mais R$ 72 milhões para combater a resistência da população e tentar diminuir a pressão a deputados e senadores em suas bases para que votem a favor da reforma. Os parlamentares estão muito preocupados, já que no ano que vem haverá eleições - Leia mais [...]

Manifestação contra a Reforma da Previdência

Orientação da CUT Minas [Escrito por: CUT Minas] Mobilizações e pressão contra a pauta golpista estão mantidas Diante do anúncio feito pelas Centrais Sindicais nacionais de suspensão da greve nacional convocada para o dia 5 de dezembro, orientamos em Minas Gerais: 1. Manutenção de toda a nossa programação de panfletagens, atividades com a sociedade, pressão a deputados federais e táticas de comunicação definidas coletivamente com os movimentos sociais e sindicatos. 2. Manutenção da mobilização já convocada para o dia 05 de dezembro em Belo Horizonte com concentração às 17 horas na Praça Afonso Arinos. Este dia continua sendo de luta contra a reforma da previdência em articulação com movimentos sociais - Leia mais [...]

Lei trabalhista é ‘retrocesso jurídico e social’, diz ministra do TST

Desembargadora do TRT gaúcho aponta prejuízos à mulher no mercado de trabalho, enquanto ex-presidente da OAB afirma que com as mudanças o ser humano volta a ser tratado como “coisa” [Escrito por: Vitor Nuzzi / Rede Brasil Atual] São Paulo – A ministra do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Delaíde Antares vê “um grande retrocesso jurídico e social” na nova legislação trabalhista, com a entrada em vigor da Lei 13.467. “Essa lei teve uma tramitação apressada”, acrescentou, lembrando que peças como o Código Civil, entre outras, levaram anos para serem concluídas. A desembargadora participou de debate no segundo dia da 23ª Conferência da Advocacia Brasileira, nesta terça-feira (28), em São - Leia mais [...]

Com a reforma, aposentadoria de quem contribui por 15 anos cai de 85% para 60%

[Escrito por: Ricardo Marchesan/Uol] Se a proposta de reforma da Previdência for aprovada, o trabalhador poderá se aposentar após 15 anos de contribuição ao INSS, como acontece atualmente. No entanto, receberá um valor menor do que receberia hoje. Pelas regras atuais, após 15 anos de contribuição, esse trabalhador tem direito a receber 85% da sua aposentadoria integral. Pelas novas regras, cairia para 60%. As novas regras propostas estabelecem que, para se aposentar, os homens precisarão ter no mínimo 65 anos e as mulheres, 62 anos. Ambos devem ter contribuído pelo menos 15 anos com o INSS — para servidores públicos, serão pelo menos 25 anos de contribuição. A reforma da - Leia mais [...]