slider

Sindmon-Metal participa de Congresso de Direito do Trabalho

O Sindmon-Metal foi convidado a participar da mesa de explanação do palestrante Humberto Marcial Fonseca, advogado trabalhista e consultor sindical, no segundo dia do I Congresso Regional de Direito do Trabalho e Processual do Trabalho, realizado entre os dias 2 e 4 de abril. A entidade sindical foi representada pelo diretor administrativo e financeiro, José Quirino dos Santos, que se forma este ano em Direito pela Doctum, realizadora do evento em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seção João Monlevade. A Doctum justificou o convite destacando a importância do Sindmon-Metal, que foi um dos apoiadores do congresso, como sindicato de referência de lutas pelas causas dos trabalhadores. - Leia mais [...]

Congresso de Direito no Centro Educacional discute reforma trabalhista

Sindmon-Metal é um dos apoiadores do evento, realizado pela Rede de Ensino Doctum e OAB/João Monlevade [Escrito por: Wir Caetano/Acom-Sindmon-Metal] A Rede de Ensino Doctum e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)/João Monlevade realizam o “I Congresso Regional de Direito do Trabalho e Processual do Trabalho: Discussões Contemporâneas e Interdisciplinares” no período de 2 a 4 de abril (segunda a quarta-feira), tendo como foco a reforma trabalhista. O Sindicato dos Metalúrgicos de João Monlevade (Sindmon-Metal) é dos um apoiadores do evento, sediado no Centro Educacional, a partir das 19 horas, com entrada gratuita. No primeiro dia, o presidente da OAB/MG, Antônio Fabrício de Mattos Gonçalves, abordará o tema “as - Leia mais [...]

Distribuidora de energia é condenada por contratação ilegal de trabalhadores

“A intermediação de mão de obra é sempre ilegal, quer seja na atividade meio ou fim”, diz trecho da decisão do TRT-RS. Juízes levaram em contra precarização e diferenças salariais [Escrito por: Tatiana Melim / CUT] A aprovação e sanção da reforma Trabalhista do ilegítimo e golpista Michel Temer (MDB-SP), não deu aos empresários o poder de fazer o que bem entenderem, ao contrário do que muitos acharam. A inconstitucionalidade de pontos da nova Lei ainda será analisada em diversas instâncias do Poder Judiciário, como é o caso da terceirização sem limites. Enquanto isso não acontecer, as ilegalidades serão penalizadas. A condenação da distribuidora de energia RGE Sul, do Grupo - Leia mais [...]