1986: Uma história de união e represália

vídeo

O médico Luiz Amaral relembra sua participação, prestando assistência médica, na greve dos metalúrgicos de Monlevade em 1986; por seu apoio, acabou sendo “punido”.

**

Realização  do Centro de Referência e Memória do Trabalhador (Cerem) do Sindmon-Metal / Vídeo: Lutécia Espeschit

Deixe uma resposta