slider

Por que as centrais convocam uma greve geral? Veja dez motivos

Marcada para o próximo dia 11, trabalhadores protestam contra PEC 241 e propostas de reformas [Escrito por: Brasil de Fato] Oito centrais sindicais brasileiras preparam uma greve geral para o dia 11 de novembro. A paralisação de diversas categorias é planejada como parte de uma escalada da mobilização dos trabalhadores e das trabalhadoras contra medidas que vem sendo anunciadas e defendidas pelo governo não eleito de Michel Temer (PMDB). Participaram de reuniões para preparar a mobilização a Central Única dos Trabalhadoras (CUT), a Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), a Conlutas, a Força Sindical, a Intersindical, a Nova Central e - Leia mais [...]

PEC do Juízo Final e reforma da Previdência são rejeitadas por 80% dos brasileiros, constata pesquisa CUT/Vox Populi

Pesquisa CUT/Vox Populi mostra ainda que 74% dos entrevistados avaliam negativamente o governo golpista de Temer [Escrito por: Marize Muniz/CUT Nacional] 80% dos trabalhadores do campo e da cidade rejeitam a proposta do governo Temer de aumentar a idade mínima para 65 anos com, no mínimo, 25 anos de contribuição, que vai prejudicar os trabalhadores mais pobres que começam a trabalhar mais cedo, como a CUT vem alertando. Outros 15% concordam com o arrocho previdenciário, 4% nem concordam nem discordam e 2% não sabem, não têm opinião ou não responderam. 70% dos entrevistados são contra a PEC 241 – também chamada de “PEC do Juízo Final” -, que congela gastos - Leia mais [...]

PEC 241 vai abrir as portas para cortar aposentadoria

Com restrição de investimentos, elevação do salário mínimo atrelada à inflação também deve cair [Escrito por: Luiz Carvalho/CUT Nacional] Em recente pesquisa CUT/Vox Populi, a população deixou claro que não quer a aprovação da PEC 241 (Proposta de Emenda de Constituição), rejeitada por 70% dos entrevistados, e não aceita a reforma da Previdência, recusada por 80% dos trabalhadores. Mas o governo que não se importa com voto também ignora a opinião popular em em viagem ao Japão, Michel Temer (PMDB) reforçou a aposta na aprovação da PEC responsável por congelar durante os próximos 20 anos investimentos públicos em áreas como saúde e educação e por abrir brechas para a reforma da - Leia mais [...]

Deputados aprovam a PEC do desastre social

CUT conclama seus militantes e entidades a intensificar a luta contra o desmonte do Estado brasileiro [Escrito por: Vagner Freitas, presidente nacional da CUT] A Câmara dos Deputados atropelou o regimento interno da Casa, as regras democráticas e até a Constituição para aprovar a PEC 241, que limita os investimentos públicos à inflação do ano anterior durante 20 anos. O gasto real será zero. Isso é gravíssimo. Se a população cresce, os gastos também têm de aumentar, têm de estar de acordo com as receitas do governo, a capacidade de endividamento e as necessidades da sociedade. A redução dos investimentos tornará o Estado incapaz de prestar serviços públicos. Como a - Leia mais [...]

Proposta de Temer para o ensino é para formar trabalhador que não pense

Presidente da CNTE aponta que proposta de governo golpista para educação é pura pirotecnia e piora tanto educação técnica quanto formação cidadã [Escrito por: Luiz Carvalho/CUT Nacional] Sem ter como explicar de onde veio e para onde vai, mas com a necessidade de responder aos financiadores do golpe com algum tipo de reforma, o governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB) anunciou no último dia 22 de setembro mais um item do saco de maldades. Como ideias mirabolantes anteriores, a reforma do ensino médio não foi discutida com a sociedade. E, assim como outras propostas, pode ser mero balão de ensaio ‘para sentir o clima’ da população diante de más notícias - Leia mais [...]

Programa da CUT e movimentos sociais retoma figura do educador popular

Intitulado “Formigueiro”, projeto procura utilizar formato e recursos de formação que possam ser utilizados  em espaços como associações de bairro, igrejas e escolas [Com informações de Luiz Carvalho/CUT Nacional] Foi lançado no  dia 23 de setembro, em São Paulo, o programa Formigueiro, voltado para formação popular. Trata-se de parceria da CUT com a Marcha Mundial de Mulheres (MMM), o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a Mídia Ninja, o Movimento Nacional de Direitos Humanos (MNDH) e a União Nacional dos Estudantes (UNE), Rede Unida e Mobilis. O Formigueiro opera com um kit que contém dois cadernos, um itinerário formativo (o caderno do formador) e o caderno formativo (do educando), além de um pendrive com materiais de divulgação - Leia mais [...]

22 de setembro, Dia de Paralisação Nacional

Pacote de maldades do governo golpista e ilegítimo só poderá ser jogado no lixo com mobilização e unidade da classe trabalhadora; em BH, concentração está prevista para 9 horas na Praça da Estação [Escrito por: CUT/MG] Trabalhadoras e trabalhadores vão paralisar as atividades em todo o país este no dia 22 de setembro em resposta à pauta de retirada de direitos que o governo golpista Michel Temer tenta impor ao país. O Dia Nacional de Paralisação e Mobilização, construído e organizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e demais centrais sindicais, vai unir categorias de todos os setores, público e privado, contra os ataques à classe trabalhadora, à soberania nacional e - Leia mais [...]