Dieese mostra que quanto mais fortes os sindicatos, maior a resistência

Secretário-geral da CUT avalia que “não é por acaso que os golpistas tentam a todo custo quebrar as entidades sindicais e votam a toque de caixa a Reforma Trabalhista e a Terceirização” [Escrito por: Luiz Carvalho / CUT Nacional] O desenrolar do golpe em 2016 afundou o Brasil na crise econômica e a classe trabalhadora sentiu na pele os resultados.  Apenas 19% das negociações conquistaram aumento real de salário, equivalente ao pior índice já visto, em 2003, ano em que o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) passou a computar sistematicamente esses dados, gerando uma série histórica. De acordo com o balanço apresentado pelo departamento, 37% dos acordos […]