O principal problema do Brasil não é o custo do trabalho e sim dos altos juros

Para Vagner Freitas, o verdadeiro debate que deve ser feito na sociedade é o custo do rentismo e lucro dos bancos [Escrito por: Luciana Waclawovsky / CUT Nacional] Um dia depois do massacre ao povo brasileiro promovido por 61 senadores, que num verdadeiro e claro ato de vandalismo, aprovaram em primeira votação a PEC 241/55, o presidente da CUT, Vagner Freitas, participou de uma mesa de discussão com a bancada de parlamentares de esquerda em Brasília. O encontro, que reuniu no Hotel Nacional, na manhã dessa quarta-feira (30/11), deputados Federais e representantes sindicais – entre eles, o secretário de Administração e Finanças do Sindicato dos Metalúrgicos de João Monlevade (Sindmon-Metal), José - Leia mais [...]

Disputa por leitos em UTI vai aumentar com PEC 55, alerta especialista

Com prejuízos no cuidado intensivo pelo SUS, deverá haver mais judicialização. População pobre, com menos acesso à Justiça, deverá ser ainda mais prejudicada [Escrito por: Cida de Oliveira / Rede Brasil Atual] A aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55 – a votação em segundo turno no Senado está prevista para 13 de dezembro – fará com  que a população mais pobre será a maior prejudicada, inclusive no acesso ao atendimento nas unidades de terapia intensiva (UTI) de hospitais conveniados ao SUS. Isso porque as perdas estimadas em R$ 434 bilhões para o setor, ao longo de 20  anos, segundo o Conselho Nacional de Saúde (CNS), vão tornar inviável o serviço - Leia mais [...]

32 milhões: acordo judicial consolida vitória do Sindicato e dos trabalhadores em processos contra a ArcelorMittal

Siderúrgica deverá fazer pagamento em até 15 dias; tramitação de ações na Justiça começou em 2005 [Escrito por: Wir Caetano – Ass. Com. Sindmon-Metal] O Sindicato dos Metalúrgicos de João Monlevade (Sindmon-Metal) e a ArcelorMittal formalizaram na quarta-feira (23) um acordo para pagamento de processos judiciais que ficaram conhecidos como “meia hora”, num total de R$ 32 milhões. Cerca de 1 mil trabalhadores serão beneficiados, e a quitação do débito deverá ser feita em até 15 dias. A audiência de homologação foi realizada na sede do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 3ª Região, em Belo Horizonte, e presidida pelo juiz Ricardo Marcelo Silva. Foram três ações judiciais movidas pelo Sindmon-Metal contra - Leia mais [...]

Frente a guinada à direita, sindicatos precisam intensificar luta

Evento realizado por escritório que presta assessoria jurídica ao Sindmon-Metal discute desafios e perspectivas do sindicalismo [Escrito por: Assessoria da Sociedade de Advogados Caldeira Brant] A década de 70 foi marcada pelo início do novo sindicalismo no Brasil, momento seguido pela promulgação da Constituição de 88, que trouxe mais liberdade ao movimento sindical no país. “Foi uma época de renascimento e um momento interessante na vida política e sindical”, afirma o advogado José Caldeira Brant, sócio fundador da Sociedade de Advogados Caldeira Brant. Hoje, o movimento sindical brasileiro passa por mais um desafio, diante de uma delicada conjuntura política, econômica e social, que aponta para uma reconfiguração de cenários trabalhistas, principalmente - Leia mais [...]

“Se a PEC 55 limita direitos sociais, é uma proposta também racista”

Para presidente do Instituto Luiz Gama, população negra será desproporcionalmente afetada [Escrito por: Victória Damasceno / Carta Capital] Alvo de inúmeros protestos nos últimos meses, a PEC 241, que tem como objetivo o congelamento dos gastos com saúde, educação e assistência social pelos próximos 20 anos e tramita no Senado como PEC 55, vai afetar principalmente a população negra e periférica. O diagnóstico é de Silvio Almeida, presidente do Instituto Luiz Gama, dedicado a atuar na defesa de causas populares e movimentos sociais, especialmente em questões sobre os negros. Em entrevista a CartaCapital, Almeida afirma que somente o desconhecimento total da população a respeito da PEC pode permitir que ela seja aprovada. Para Almeida, o congelamento dos gastos sociais nos - Leia mais [...]

Crise interrompeu avanços na inserção do negro no mercado de trabalho

Pesquisa Dieese mostra que participação dos trabalhadores negros aumentou, mas taxa de desemprego é maior. Diferença de salários em relação aos não negros diminuiu, mas ainda é de 30% [Escrito por: Rede Brasil Atual] A recente crise econômica interrompeu alguns avanços na redução da disparidade entre negros e brancos no mercado de trabalho da região metropolitana de São Paulo, aponta boletim divulgado nesta quinta-feira (17) pela Fundação Seade e pelo Dieese. A diferença nas taxas de desemprego, por exemplo, que em 2014 foi de 1,9 ponto percentual, a menor desde 1985, cresceu para 2,9 pontos no ano passado: a taxa foi de 14,9% entre os negros (16,3% no caso das - Leia mais [...]

Plenária da CUT/MG define próximas mobilizações

Sindicatos e movimentos sociais preparam Ato e paralisações do dia 25 de novembro [Escrito por: CUT/MG] Sindicatos CUTistas, federações e movimentos sociais debateram e articularam, em Plenária realizada na tarde de segunda-feira (21), na sede da Central Única dos Trabalhadores de Minas Gerais (CUT), a próxima Agenda de Lutas. A principal mobilização é o Dia Nacional de Paralisações e Lutas por Direitos, com paralisações e atos, na próxima sexta-feira, 25 de novembro. A concentração acontecerá na Praça da Estação, por volta das 11 horas, quando já estarão no local trabalhadoras e trabalhadores da saúde, da base do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Belo Horizonte (Sindibel), a Frente Estadual em - Leia mais [...]