CNM/CUT lança campanha publicitária contra a Reforma da Previdência

Campanha tem várias peças publicitárias e será disseminada em todo o país pelos sindicatos e federações da categoria. CUT e outras entidades já aderiram ao projeto [Escrito por: CNM/CUT] A Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT) lançou, no dia 25 de janeiro, campanha publicitária contra a reforma da Previdência Social do governo ilegítimo de Michel Temer. Com o slogan “Reforma da Previdência, sua aposentadoria acaba aqui”, a campanha – que será conduzida local e regionalmente pelos sindicatos e federações de metalúrgicos cutistas de todo o país – tem o objetivo de desmascarar a mentira da propaganda oficial do governo golpista sobre o assunto, conscientizando os trabalhadores sobre a necessidade - Leia mais [...]

Reforma da Previdência será o estopim da rebeldia popular

Para presidente da CUT, Temer quer acabar com as aposentadorias e isso levará o povo às ruas e à greve geral [Escrito por: Isaías Dalle / CUT]  Se ainda faltavam argumentos para convencer a população de que o governo Temer deve ser combatido, não faltarão mais. Na opinião do presidente da CUT, Vagner Freitas, a proposta de reforma da Previdência será “o estopim da chama que vai levar o povo para as ruas”. “É só dizer claramente: vão acabar com sua aposentadoria”, afirmou Vagner, durante sua participação no seminário “Em Defesa do Direito à Aposentadoria para Todos”, realizado em Brasília nesta sexta, dia 27, por iniciativa da Fenae e da - Leia mais [...]

Uma reforma ruim para professor, trabalhador rural, para todos

“O que está em jogo é o modelo de Estado: se vai proteger as pessoas ou se vai privilegiar o capital”, diz ex-ministro Carlos Gabas [Escrito por: Vitor Nuzzi / Rede Brasil Atual] São Bernardo do Campo (SP) – A reforma da Previdência, apresentada pelo governo por meio da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287, além de piorar a situação dos trabalhadores da ativa e aposentados, não se justifica do ponto de vista econômico – e nem se trata de uma discussão meramente econômica, observa o ex-ministro Carlos Gabas. “O que está em jogo é o modelo de Estado: se vai proteger as pessoas ou se vai privilegiar o - Leia mais [...]

CUT participa de reunião no Ministério Público do Trabalho para enfrentar as reformas trabalhistas

Na ocasião, foi lançada uma carta em defesa dos direitos sociais [Escrito por: Luciana Waclawovsky , da CUT, com informações do MPT] Reunidos na sede do Ministério Público do Trabalho (MPT) na tarde desta terça-feira (24) em Brasília, a CUT e outras 28 instituições rechaçaram as medidas de austeridade que estão sendo impostas pelo governo sem voto de Michel Temer (PMDB) sob a justificativa de tirar o país da crise. As entidades, entre elas centrais sindicais, confederações, federações, sindicatos e associações, assinaram um documento para instituir o Fórum Interinstitucional de Defesa do Direito do Trabalho e da Previdência Social com o objetivo de promover a articulação social em torno das - Leia mais [...]

Aos 94 anos, Previdência nunca esteve tão em risco

Encontro na CUT celebrou também Dia do Aposentado e apontou para necessidade de resistir aos ataques golpistas para salvar a Seguridade [Escrito por: Luiz Carvalho] A Previdência Social completou 94 anos nesta terça-feira (24), data em que se celebra também o Dia dos Aposentados. Para marcar a data, a CUT promoveu um seminário em sua sede, na capital paulista, para tratar da sobrevivência do regime diante dos seguidos golpes do governo golpista de Michel Temer (PMDB). Para o presidente da Fenapi (Federação Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos), Wilson Ribeiro, ao atacar o poder de compra dos inativos, o governo reforça a opção de tesourar a economia ao invés de - Leia mais [...]

É hora do enfrentar a direita, avaliam sindicalistas em evento da CNM/CUT

Na abertura da reunião ampliada da direção da entidade, nesta terça (24), eles reafirmaram necessidade de restituir democracia no país. E Luis Nassif defendeu volta de modelo do governo Lula [Escrito por: Ass. de Imprensa da CNM/CUT, com Vitor Nuzzi – Rede Brasil Atual] Não há outro caminho para a conjuntura atual senão o enfrentamento com a direita e com aqueles que querem impor retrocessos à classe trabalhadora e à grande maioria da população no país. A avaliação foi feita na manhã desta terça-feira (24) pelo presidente da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT), Paulo Cayres, na abertura da reunião ampliada da direção da entidade, que reúne mais de 100 - Leia mais [...]