slider

Motivos para parar dia 11 de novembro não faltam

Desde que o golpe se concretizou, golpistas avançam em direitos da classe trabalhadora e tropeçam em contradições [Escrito por:  CUT] A CUT e demais centrais sindicais chamaram, para o próximo dia 11 de novembro, o “Dia Nacional de Greve”. A expectativa é de união de classe trabalhadora contra um governo que tem em sua gênese um golpe parlamentar que derrubou a presidenta eleita Dilma Rousseff. Uma breve análise do cenário político nos últimos meses mostra que desde que Michel Temer (PMDB) sentou na cadeira da presidência, um alvo ficou evidente: os direitos das trabalhadoras e dos trabalhadores. Não faltam motivos, portanto, para que no próximo dia 11 de novembro a - Leia mais [...]

Nenhum país adotou teto de gastos como o da PEC 241

Regras são menos rigorosas nos sistemas adotados ao redor do mundo, e impacto da crise de 2008 levou a alterações no regime para evitar que estragos fossem maiores [Escrito por: Agência Pública] “Vale a pena destacar casos positivos da fixação de teto de gastos. Todos os países que adotaram essa sistemática recuperaram sua economia. A Holanda, por exemplo, adotou limites em 1994, conseguiu reduzir a relação dívida/PIB de 77,7% para 46,8% e enxugou as despesas com juros de 10,7% para 4,8% do PIB. Ao mesmo tempo o desemprego caiu de 6,8% para 3,2%.” – Trecho do relatório da PEC 241 na Câmara, de autoria do deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS) A fixação de - Leia mais [...]

CUT se soma à Jornada por Democracia e contra o Neoliberalismo

Atividade organizada pela Confederação Sindical das Américas será em novembro em todo o continente e também reunirá os movimentos sociais do continente [Escrito por: Solange do Espírito Santo / CNM/CUT] Entidades sindicais de todos os países americanos estão organizando a Jornada Continental por Democracia e contra o Neoliberalismo. A atividade, coordenada pela Confederação Sindical das Américas (CSA) e com a participação dos movimentos sociais e sindical, será deflagrada em novembro, e tem o objetivo de mobilizar trabalhadores de todos os países em protesto contra o ataque aos seus direitos por parte de governos que voltam a apostar em medidas neoliberais para atender aos interesses do capital financeiro internacional. No Brasil, a - Leia mais [...]

Por que as centrais convocam uma greve geral? Veja dez motivos

Marcada para o próximo dia 11, trabalhadores protestam contra PEC 241 e propostas de reformas [Escrito por: Brasil de Fato] Oito centrais sindicais brasileiras preparam uma greve geral para o dia 11 de novembro. A paralisação de diversas categorias é planejada como parte de uma escalada da mobilização dos trabalhadores e das trabalhadoras contra medidas que vem sendo anunciadas e defendidas pelo governo não eleito de Michel Temer (PMDB). Participaram de reuniões para preparar a mobilização a Central Única dos Trabalhadoras (CUT), a Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), a Conlutas, a Força Sindical, a Intersindical, a Nova Central e - Leia mais [...]

PEC do Juízo Final e reforma da Previdência são rejeitadas por 80% dos brasileiros, constata pesquisa CUT/Vox Populi

Pesquisa CUT/Vox Populi mostra ainda que 74% dos entrevistados avaliam negativamente o governo golpista de Temer [Escrito por: Marize Muniz/CUT Nacional] 80% dos trabalhadores do campo e da cidade rejeitam a proposta do governo Temer de aumentar a idade mínima para 65 anos com, no mínimo, 25 anos de contribuição, que vai prejudicar os trabalhadores mais pobres que começam a trabalhar mais cedo, como a CUT vem alertando. Outros 15% concordam com o arrocho previdenciário, 4% nem concordam nem discordam e 2% não sabem, não têm opinião ou não responderam. 70% dos entrevistados são contra a PEC 241 – também chamada de “PEC do Juízo Final” -, que congela gastos - Leia mais [...]

PEC 241 vai abrir as portas para cortar aposentadoria

Com restrição de investimentos, elevação do salário mínimo atrelada à inflação também deve cair [Escrito por: Luiz Carvalho/CUT Nacional] Em recente pesquisa CUT/Vox Populi, a população deixou claro que não quer a aprovação da PEC 241 (Proposta de Emenda de Constituição), rejeitada por 70% dos entrevistados, e não aceita a reforma da Previdência, recusada por 80% dos trabalhadores. Mas o governo que não se importa com voto também ignora a opinião popular em em viagem ao Japão, Michel Temer (PMDB) reforçou a aposta na aprovação da PEC responsável por congelar durante os próximos 20 anos investimentos públicos em áreas como saúde e educação e por abrir brechas para a reforma da - Leia mais [...]