notícia

Proposta de Temer para o ensino é para formar trabalhador que não pense

Presidente da CNTE aponta que proposta de governo golpista para educação é pura pirotecnia e piora tanto educação técnica quanto formação cidadã [Escrito por: Luiz Carvalho/CUT Nacional] Sem ter como explicar de onde veio e para onde vai, mas com a necessidade de responder aos financiadores do golpe com algum tipo de reforma, o governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB) anunciou no último dia 22 de setembro mais um item do saco de maldades. Como ideias mirabolantes anteriores, a reforma do ensino médio não foi discutida com a sociedade. E, assim como outras propostas, pode ser mero balão de ensaio ‘para sentir o clima’ da população diante de más notícias - Leia mais [...]

Programa da CUT e movimentos sociais retoma figura do educador popular

Intitulado “Formigueiro”, projeto procura utilizar formato e recursos de formação que possam ser utilizados  em espaços como associações de bairro, igrejas e escolas [Com informações de Luiz Carvalho/CUT Nacional] Foi lançado no  dia 23 de setembro, em São Paulo, o programa Formigueiro, voltado para formação popular. Trata-se de parceria da CUT com a Marcha Mundial de Mulheres (MMM), o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a Mídia Ninja, o Movimento Nacional de Direitos Humanos (MNDH) e a União Nacional dos Estudantes (UNE), Rede Unida e Mobilis. O Formigueiro opera com um kit que contém dois cadernos, um itinerário formativo (o caderno do formador) e o caderno formativo (do educando), além de um pendrive com materiais de divulgação - Leia mais [...]

22 de setembro, Dia de Paralisação Nacional

Pacote de maldades do governo golpista e ilegítimo só poderá ser jogado no lixo com mobilização e unidade da classe trabalhadora; em BH, concentração está prevista para 9 horas na Praça da Estação [Escrito por: CUT/MG] Trabalhadoras e trabalhadores vão paralisar as atividades em todo o país este no dia 22 de setembro em resposta à pauta de retirada de direitos que o governo golpista Michel Temer tenta impor ao país. O Dia Nacional de Paralisação e Mobilização, construído e organizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e demais centrais sindicais, vai unir categorias de todos os setores, público e privado, contra os ataques à classe trabalhadora, à soberania nacional e - Leia mais [...]

CUT divulga Plataforma para Eleições Municipais

Documento traz temas fundamentais para base CUTista debater com os candidatos [Escrito por: CUT Nacional] As Eleições Municipais de 2016 serão realizadas num momento particularmente difícil para o povo brasileiro e para a classe trabalhadora. Os objetivos das forças golpistas são claros. Querem promover a restauração neoliberal no País, destruindo os avanços duramente conquistados nos últimos 12 anos, retirando direitos fundamentais da classe trabalhadora e fragilizando os sindicatos. Querem aumentar o desemprego, arrochar os salários, precarizar o trabalho e privatizar empresas e serviços públicos. Querem reduzir drasticamente a ação do Estado e o investimento público na Educação, na Saúde, na Previdência e nas políticas voltadas para a promoção da igualdade - Leia mais [...]

Assembleia do Grupo 19 aprova pauta de campanha e modelo de PLR 2016 a apresentar aos patrões; 2ª parcela de PLR 2015 permanece como pendência

[Escrito por: Wir Caetano/Sindmon-Metal] Em assembleia realizada na sede Sindicato dos Metalúrgicos de João Monlevade (Sindmon-Metal) no começo da noite de quinta-feira (15), trabalhadores do Grupo 19 aprovaram a pauta econômica para a campanha salarial 2016/2017. As principais reivindicações são: reajuste salarial de 13%, inclusive para os pisos; prêmio por redução de acidentes de trabalho de R$ 97,00; auxílio-funeral de R$ 766,36; multa por descumprimento de acordo: R$ 791,00. Para a PLR 2016, a categoria reivindicou a correção dos valores do ano anterior em 9,9% (variação inflacionária estimada). No caso das indústrias de fora de Usina, por exemplo, o valor reivindicado é de R$ 2.108,76, com antecipaçao de R$ 1.054,39 - Leia mais [...]

Assembleia de trabalhadores da ArcelorMittal Monlevade aprova pauta de reivindicações

[Escrito por: Wir Caetano/Sindmon-Metal] Trabalhadores da ArcelorMittal Monlevade aprovaram na quarta-feira (14), em assembleia, a pauta da campanha salarial 2016/2017. As reivindicações incluem reajuste salarial de 13%; abono de R$ 1.300,00; salário de ingresso de R$ 1.919,36; auxílio-funeral de R$ 2.398,54 e multa de descumprimento de acordo de R$ 1.595,50. Desta vez, as cláusulas propostas pelo Sindicato dos Metalúrgicos de João Monlevade (Sindmon-Metal) são apenas de natureza econômica, porque os itens sociais do acordo coletivo em vigor valem até o próximo ano. A data-base da categoria é 1º de outubro. As negociações da campanha de 2015 se estenderam por nove meses, só tendo se encerrado em junho deste ano, depois que - Leia mais [...]

Nos 50 anos do FGTS, bancos privados ameaçam gestão pela Caixa

Governo Temer pode usar recursos dos trabalhadores para patrocinar privatizações [Escrito por Maria Rita Serrano, do Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas] O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) completa 50 anos em 13 de setembro. Seus recursos impulsionam, hoje, setores essenciais como habitação popular, saneamento básico, infraestrutura e mobilidade urbana. Com a consolidação do governo golpista, porém, o quadro deve mudar. Bancos privados estão alvoroçados para abocanhar esse dinheiro, retirando o monopólio da gestão da Caixa. “Concorrência de bancos pelo FGTS interessa ao trabalhador”, escreveu a colunista de O Globo, Miriam Leitão em artigo, em clara campanha da imprensa pela partilha dos recursos pelos bancos privados. O argumento principal - Leia mais [...]

‘Nossa luta não vai parar’, garante presidente da CNM/CUT

Paulo Cayres convoca categoria a participar, em 22 de setembro, do Dia Nacional de Paralisação marcado pela CUT. E reforça que dia 29 também tem mobilização específica dos metalúrgicos em todo Brasil [Escrito por: Assessoria de Imprensa da CNM/CUT] Jornada de trabalho de até 12 horas diárias, terceirização sem limites, fim do FGTS, salários e contratos de trabalho flexíveis, mudanças radicais na aposentadoria. Estes são alguns exemplos do que o os patrões, o governo golpista de Michel Temer e seus representantes no Congresso Nacional querem aprovar ainda este ano. A classe trabalhadora não pode assistir calada a todo esse ataque. Por isso, a CUT está convocando para 22 de setembro o - Leia mais [...]

Pronatec deve perder R$ 1 bilhão em 2017 e vagas correm risco em governo golpista

Escrito por: Basília Rodrigues, CBN A proposta de Orçamento do governo de Michel Temer para o ano que vem prevê menos recursos para o abono salarial, seguro desemprego e o Pronatec do que a proposta orçamentária deste ano. O programa que oferece vagas de ensino técnico e qualificação profissional perdeu R$ 1 bilhão de 2016 para 2017. O orçamento caiu de R$ 2,2 bilhões para R$ 1,2 bilhão. O Pronatec é um dos programas que mais vem sofrendo cortes nos últimos anos por causa do ajuste fiscal. Para não acabar de vez, o governo, ainda na gestão de Dilma, firmou parceria com o Sistema S, mas para 2017 não há garantia - Leia mais [...]